PROCON REGISTRA RECLAMAÇÕES SOBRE AUMENTO DA FATURA

O exacerbado aumento na conta de luz referente ao mês de dezembro (2018) causou revolta na população. Muitos consumidores ficaram surpresos ao receberem a fatura, que em alguns casos, teve um aumento de mais de 200%.

Grande parte desses consumidores prestaram reclamações ao Procon, com a maioria alegando a impossibilidade desse consumo, visto que passaram boa parcela do mês em casas de veraneio.

A procuradoria de Defesa do Consumidor (Procon) de Itajaí orientou a população sobre os casos de aumento excessivo nas contas de energia elétrica. O órgão indica que os consumidores devem se atentar ao valor da fatura e o volume de consumo registrado pela Celesc.

O cidadão deve conferir o registro de consumo informado pela Celesc com o medido no relógio. Além disso, é necessário observar a quantidade de dias faturados pela estatal no mês de referência da fatura, pois pode variar entre 27 e 33 dias.

O Procon diz que desde agosto de 2018 não há registros de aumento nas tarifas e alíquotas de energia elétrica cobradas pela empresa catarinense. Dessa forma, pra procuradoria não existe justificativa pros aumentos ocorridos nas faturas em Itajaí.

O Procon informa que os casos são analisados de forma individual e que os consumidores devem ir até o órgão para tirar dúvidas ou registrar reclamação.

 

Fonte: Diarinho